Publicado por: pedroms70 | Junho 1, 2009

Diz que é um “motor de decisão”

Novo motor de busca da Microsoft chama-se Bing

02_330x260A empresa revelou detalhes do aguardado motor de pesquisa, com o qual espera fazer concorrência à hegemonia do Google. O site será lançado ao longo dos próximos dias e deverá estar disponível em todo o mundo a partir de 3 de Junho.

A ideia que a Microsft sublinha nas apresentações do novo Bing é que não se trata apenas de um motor de pesquisa, mas, antes, de um “motor de decisão” (decision engine é o termo usado pela multinacional americana).

Segundo a empresa, 66 por cento das pessoas que fazem pesquisas online querem informação que os ajude decidir: qual o caminho que devem tomar para um determinado destino, que produto devem comprar, a que restaurantes ir ou em que hotéis ficar.

A ideia, contudo, está longe de ser nova e tanto a Google como o Yahoo têm seguido este caminho. O CEO da Google, Eric Schmidt, já uma vez causou polémica ao afirmar que, no futuro, o motor de busca deveria ser capaz de responder a questões como “Que emprego devo escolher?”.

O Bing centra-se em quatro áreas: compras, informação local, saúde e viagens.

O Bing Shopping, por exemplo, deverá ser capaz de agrupar os produtos por categoria, preço ou marca. Para além disso, vai reunir e analisar críticas a cada produto feitas por outros compradores.

Já o Bing Health vai apresentar resultados de pesquisa que a Microsoft sublinha não serem baseados apenas na popularidade das páginas (um ataque à forma como o Google hierarquiza os diversos sites), mas na credibilidade das fontes de informação.

A Microsoft anunciou que o site estará online em todo o mundo a 3 de Junho, mas já admitiu que algumas funcionalidades não estarão disponíveis em todos os mercados – o que significa que informação detalhada sobre hotéis ou restaurantes, por exemplo, não estará acessível em todos os países.

A Google tem percorrido um caminho semelhante com as novas funcionalidades que lança para o motor de busca ou para os Google Maps: a novidade é testada nos EUA e só depois transposta para outros países.

Com o Bing, a Microsft (cujo actual motor de busca, o Live Search, tem uma quota reduzida de mercado) procura ir ao encontro do que são as previsões para o futuro da pesquisa online: motores de busca inteligentes, capazes de responder a perguntas directas dos utilizadores e de ir ao encontro das intenções dos cibernautas, em vez de apenas indexarem páginas da Web.

A Microsoft tem pela frente um Google que domina o sector a nível mundial. Mas a gigante do software tem trunfos que pode jogar para lançar este Bing. O sistema operativo e o browser mais usados no mundo são da Microsoft. Integrar o Bong com o Windows ou com o Internet Explorer (como já faz com o Live Search) é uma estratégia que pode render ao novo motor de busca milhões de utilizadores.

O Bing foi desenvolvido sob o nome de código Kumo e já se previa que a Microsoft não estivesse interessada em manter a marca Live Search. Mas já há quem tenha transformado o nome numa sigla pouco abonatória: But It’s Not Google (Mas não é o Google).

Nova interface

Lembra daquela página clara e limpa do Google? O Bing é completamente diferente. Ele sempre terá uma imagem de fundo que será trocada diariamente. 07_330x260

12 dicas para escolher o BING
1-Viagens e hotéis
Se você vai viajar, o Bing também organiza as informações para que você faça sua reserva de forma rápida.
2-A origem do nome
A Microsoft chamava o novo buscador de Kumo. O nome só foi divulgado para os funcionários duas horas antes do anúncio oficial. Ele é curto, simples e pronunciável em quase todos os paises do mundo.
3-Nova navegação
Do lado esquerdo, os resultados podem ser filtrados. Em uma busca por São Francisco, por exemplo, o usuário pode encontrar informações sobre o tempo, hotéis, restaurantes e mapas.
4-Popularidade na web
Um recurso interessante é aquele que permite saber o quanto uma pessoa ou um artista está popular. O sistema busca o interesse do público, por meio das buscas, ao longo do tempo.
5-Saúde
Uma das áreas que a Microsoft está investindo é o setor de saúde. Quer saber mais sobre diabetes? O sistema busca informações para orientar o usário em um banco de dados organizado pela empresa.
6-Compras online
Outra aposta da Microsoft com o Bing. Organiza o resultado de diversas fontes, permitindo filtrar as informações por faixa de preço e até por reviews dos usuários.
7-Viagens e hotéis
Se você vai viajar, o Bing também organiza as informações para que você faça sua reserva de forma rápida.
8-Avaliação do usuário
O Bing traz avaliações de produtos feitas pelos próprios usuários.
9-Vídeos
Você não precisa sair desta página para assistir a um vídeo. Basta clicar na imagem.
10-Compra de passagens
Assim como a reserva de hotéis, o Bing deixa a compra de passagens aéreas a um clique do usuário.
11-Voos
Quer saber se um voo está atrasado? Digite o código.
12-Enfim, os links
O Bing não abandona os links. Eis um resultado padrão. A diferença é que ele é organizado por categorias. Se você busca informações de um computador, poderá pesquisar por reviews, dicas, lojas e terá a comparação de preços.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: