Publicado por: falmeida222 | Julho 31, 2009

Estreias da Semana: “A Verdade e Só a Verdade”, “Duplo Amor”, “Os Limites do Controlo” e “Os Indesejados”

3773086319_7a1151e0a5_o

Título: A Verdade e Só a Verdade – Nothing But the Truth

Sinopse: Uma jornalista (Beckinsale) publica informações secretas vindas de um agente da CIA e acaba por ser presa. Mesmo encarcerada, ainda assim ela recusa-se a revelar a sua fonte para não trair a ética profissional. De início, ela tem total apoio do marido (David Schwimmer), mas com a demora na resolução do caso ele passa a questionar a decisão da esposa por ter comprometido as relações familiares….

Site Oficial: A Verdade e Só a Verdade

Trailer do filme: A Verdade e Só a Verdade

3773098053_d9b6323090_o

Título: Duplo Amor – Two Lovers

Sinopse: Leonard (Joaquin Phoenix), um homem atraente mas perturbado, regressa à casa de infância após uma tentativa de suicídio. Enquanto recupera, sob o olhar atento dos seus preocupados mas, no fundo, pouco compreensivos pais (Isabella Rossellini e Moni Monoshov), ele conhece, quase ao mesmo tempo, duas mulheres. Michelle (Gwyneth Paltrow), uma bela e misteriosa vizinha – exótica e meio deslocada no bairro de Leonard, Brighton Beach, que parece carregar consigo, também, sérios problemas. Entretanto, os seus pais tentam empurrá-lo para Sandra (Vinessa Shaw), a encantadora e atenciosa filha do empresário suburbano que vai comprar o negócio da família. Numa primeira fase, não resistindo à sensualidade de Sandra (e à pressão da família), Leonard descobre, gradualmente, uma oculta intensidade emocional nesta mulher. No entanto, um potencial romance com Sandra é complicado. Mas Michelle e a sua vida em espiral fora de controlo, agarrando-se à ajuda de Leonard para solucionar o caso destrutivo que tem com outro homem, também se tornam sufocantes para ele. Quando Michellle parece estar condenada a apaixonar-se por Leonard e a família de Leonard o pressiona a comprometer-se com Sandra, ele vê-se forçado a tomar uma decisão impossível – entre a impetuosidade do desejo, arriscando-se a cair na obscuridade que quase o matou, ou o conforto do amor.

Site Oficial: Duplo Amor

Trailer do filme: Duplo Amor

Crítica

“A cena final, quando Phoenix fica com uma das mulheres (e com um dos mundos) que o dividiram porque simplesmente já não tem opção, e mesmo assim conseguem (ele e Gray) apresentar isso como uma escolha, transbordante de sinceridade e dignidade, é a prova do sucesso da empresa. Em “Duplo Amor” vamos mesmo do ridículo – ou enfim, sejamos francos: do vagamente ridículo – ao absolutamente sublime.”

E depois, uma vez que Gray (ainda a entrevista) se declara “obcecado por pormenores”, há que reparar em pequenas coisas quase subliminares, e ficar a pensar se foi por acaso ou se foi premeditado. Quase “private jokes”, mas que ficam a “bater” depois de as descobrirmos. A personagem de Phoenix chama-se “Leonard”, o apelido da família da de Shaw é “Cohen”, e estes dois nomes juntos evocam um cantor célebre por cantar sofridas e mortificadas devoções masculinas… Ou, ainda mais fundo: foi por acaso que Gray trouxe Isabella Rossellini para o papel da mãe, Isabella que foi o fruto do amor proibido e condenado de Roberto e Ingrid Bergman?…” Por: Luís Miguel Oliveira (PÚBLICO)

3773119753_6a627a8974_o

Título: Os Limites do Controlo – The Limits of Control

Sinopse: Em terras de Espanha, a história de um forasteiro, homem solitário e misterioso, cujas actividades permanecem meticulosamente à margem da lei. Prestes a finalizar um trabalho, ele não confia em ninguém. O seu alvo não é divulgado e o seu destino é incerto…

Site Oficial: Os Limites do Controlo

Trailer do filme: Os Limites do Controlo

Crítica

“Quando acaba, na cena destinada a provar que todo o controlo tem os seus limites, “Os Limites do Controlo” está que parece uma daquelas ficções científicas distópicas sobre mundos totalitários, sobre mundos “do centro”. À independência já não basta a melancolia, pede-se-lhe um pouco de ferocidade. É a novidade de “Os Limites do Controlo”, filme belo e inventivo, zangado e elegante, filme de homem antigo.” Por: Luís Miguel Oliveira (PÚBLICO)

3773945428_2fdbaecb92_o

Título: Os Indesejados – The Uninvited

Sinopse: Anna e Alex Rydell são irmãs gémeas. Depois de passarem algum tempo internadas num hospital psiquiátrico, regressam a casa, mas vêem a sua recuperação ser ameaçada pela cruel madrasta, o ingénuo pai e um fantasma perdido.

Site Oficial: Os Indesejados

Trailer do filme: Os Indesejados

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: