Publicado por: falmeida222 | Outubro 20, 2009

Dor na coluna e desânimo. A culpa pode ser do travesseiro!

Dores na coluna, no pescoço, torcicolo, cansaço. O travesseiro errado pode ser o culpado por esses e outros incómodos, sobretudo os que aparecem depois de despertar. Foi isso que descobriu uma pesquisa recente feita no Hannover Medical School, na Alemanha, e publicada no jornal científico International Journal of Rehabilitation and Research.Escolher travesseiro

Os médicos convidaram 149 pessoas que sofriam com dores na coluna cervical para fazer um teste, divididas em dois grupos: um deles substituiu o travesseiro, o outro continuou com o de costume. Depois de um ano, o primeiro grupo deixou de sentir os tais desconfortos na região do pescoço e passou a acordar mais descansado também.

O acessório errado em alguns casos provoca, também, dormência nas mãos. “Muita gente acorda e acha que aquele formigueiro súbito é sinal de um enfarte ou um derrame, quando não passa de um reflexo de dor no pescoço”, explica o ortopedista Sérgio Augusto Xavier, do Hospital do Coração de São Paulo. A longo prazo, o uso inadequado do travesseiro causa até dor crónica nas costas, artrose – pequenos desgastes nas vértebras – e desvio da coluna.dor nas costas

Todo esse desconforto reflecte-se também no dia a dia. No geral, as dores causadas pelo mau uso do travesseiro fazem com que a pessoa acorde com aquela sensação de que não dormiu nada, que não descansou. É bom lembrar, no entanto, que esses sintomas são também muitas vezes causados por outros factores como genética, erros de postura, obesidade, falta de actividade física e movimentos repetitivos.

“Todos devem buscar um lugar agradável e confortável para dormir, principalmente quem tem insónias. Isso é parte de uma boa higiene do sono”, ensina o neurologista e presidente da Associação Brasileira do Sono, Luciano Ribeiro Pinto Júnior. Além disso, para evitar noites mal dormidas, é bom observar o tipo de colchão, um item que precisa ser trocado a cada cinco anos. “Ele não pode ser nem muito mole, nem muito duro. É preciso observar a coluna recta quando a pessoa estiver deitada de lado”, diz o ortopedista Alexandre Fogaça, especialista em coluna do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. “O ideal é dormir de lado, pois assim a coluna permanece alinhada. As pernas ficam dobradas, com os joelhos flexionados, em posição fetal, o que ajuda a aliviar a tensão da lordose lombar – aquela curvatura logo acima do quadril”, completa Sérgio Augusto Xavier.

dormindo3_52

Dormir sem o travesseiro é tão ruim como usar o errado. Ele força ainda mais a coluna, deixando um vão entre os ombros e o colchão. As pessoas que têm problemas para respirar ou refluxo, por exemplo, devem optar por modelos que mantenham o corpo mais elevado, para evitar um mal estar durante a noite. Basicamente, o mais importante é saber se o modelo escolhido ajuda a relaxar e não força a coluna, mas do que ele é feito também é um dos pontos a ser considerado. Quem tem alergia deve buscar tipos específicos. É preciso que o material permita ventilação, principalmente para quem transpira muito durante a noite. Travesseiro também tem prazo de validade: de um a dois anos.

BONS SONHOS!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: