Publicado por: falmeida222 | Fevereiro 15, 2010

Jovens assumem que é mais fácil namorar e trair online!

Um inquérito, realizado na Europa pela Microsoft, mostra que 39 por cento dos portugueses considera que a Internet é a melhor forma de encontrar o amor. No ano passado, a percentagem dos que responderam da mesma forma era de 26 por cento.

Este inquérito, feito a jovens entre 13 e 18 anos, refere que 30 por cento teve mais do que um namoro online e 40 por cento admitiu que já tinha traído. Estes jovens consideram que as regras do namoro são as mesmas nos dois mundos: o real e o virtual.
Nas quase 20 mil respostas dadas através do portal MSN (da Microsoft) percebe-se que as redes sociais já são a segunda forma mais popular de conhecer um potencial parceiro, numa lista ainda liderada pelas apresentações através de amigos. Na Finlândia, a Internet já ocupa o primeiro lugar.
Em Portugal, 58 por cento dos cibernautas admitiram preferir ‘flirtar’ ao computador e muitos até se declararam através de uma conversa virtual.
Feitas as contas, 34 por cento dos portugueses que participaram neste inquérito apaixonaram-se no mundo virtual. Cinco por cento destas relações resultaram em casamentos felizes e 31 por cento em relações duradouras.
A preferência pelo online nas ‘coisas do coração’ encontra eco no inquérito aos adolescentes que utilizam a rede social Habbo Hotel: mais de 50 por cento abordaram pelo computador alguém com quem tinham simpatizado quando no mundo real a timidez o impediu.
No total, 74 por cento dos adolescentes acham mais fácil namorar online, especialmente se ainda não tiverem conhecido a pessoa. Em Portugal, essa percentagem é de 46 por cento.
No entanto, cerca de 43 por cento de todos os adolescentes (53 por cento dos portugueses) admite que gostava que o namoro se concretizasse no mundo real depois de um conhecimento online. O que mostra, segundo a Habbo, que “os adolescentes constroem grupos sociais que são uma mistura dos amigos que conhecem ‘off’ e ‘online'”.
Alisson Pedro, da Habbo.pt, comenta que os adolescentes usam agora a internet “tanto quanto o mundo real, para desenvolver os seus círculos sociais”.


“Dos 11 aos 18 anos, conhecer novas pessoas e construir novas relações é mais fácil no mundo virtual” e conhecem antes as pessoas online, o que mostra uma “alteração na forma como as gerações mais novas se misturam e interagem umas com as outras”, concluiu.
O Diretor de Consumo e Online da Microsoft Portugal, Nuno Alves da Silva, afirma, por seu lado, que o serviço de mensagens instantâneas da sua empresa junta milhões de utilizadores que têm mantido “conversas privadas ou em grupo e partilhado experiências”.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: