Publicado por: falmeida222 | Agosto 13, 2010

Ameaça das “Máquinas” no cinema!!!

Ao longo dos tempos, muitas foram as histórias contadas a partir da grande tela que aludiram à luta entre máquinas e seres humanos. Tradicionalmente, a tecnologia está, de alguma forma, prestes a assumir a liderança, ameaçando controlar ou exterminar a existência humana.

No final, o “criador” acaba quase sempre por conseguir impor-se à “criação”, conduzindo ao ambicionado final feliz, já que, talvez por vivermos num mundo embebido de tecnologia, continuamos temerosos perante a perspectiva de algum dia as máquinas se voltarem contra nós.

Sugerimos-lhe, então, que recorde as tramas dos filmes onde a tecnologia perseguiu ou aterrorizou a raça humana.

2001 Odisseia no Espaço

Considerado por muitos um dos melhores filmes de ficção científica de todos os tempos, 2001 Odisseia do Espaço, de Stanley Kubrick, conta a história de um misterioso “monólito” negro que desde a pré-história parece emitir sinais de uma civilização que não a nossa.

2001 Odisseia no Espaço
Quatro milhões de anos depois, no século XXI, uma equipa de astronautas é enviada a Júpiter, para investigar a situação, a bordo da nave Discovery, totalmente controlada pelo computador HAL 9000. Lutando pela sua preservação, a meio da viagem o sistema tenta assumir o controlo da nave, eliminando cada um dos tripulantes.

Exterminador

Um dos clássicos do género, em “O Exterminador” o sistema de defesa militar Skynet ganha consciência e revolta-se contra os seus criadores, decretando a exterminação da raça humana

Sob o comando de John Connor, a resistência humana conseguiu inverter a situação destruindo o sistema. Num ultimo esforço, a Skynet envia um cyborg ao passado para matar a mãe de Connor, Sarah Connor, antes que este nascesse. Ao mesmo tempo, o chefe da resistência envia a 1984 um dos seus para proteger Sarah.

Exterminador

Blade Runner

Realizado por Ridley Scott, Blade Runner situa a acção em 2019, numa altura em que os humanos criam seres geneticamente alterados para levarem a cabo as tarefas pesadas, perigosas ou mais degradáveis nas novas “colónias espaciais”. Os chamados “replicantes” são fisicamente idênticos aos humanos, mas são mais fortes e ágeis, tendo contudo um tempo de vida muito reduzido.
Blade Runner

Após um motim, a presença destes seres na Terra é proibida, sendo criada uma força policial especial, os blade runners, para os perseguir e desactivar. Na trama, Deckard, um ex-blade runner interpretado por Harrison Ford, volta ao activo para perseguir um grupo de replicantes que se rebelou e veio para a Terra à procura do seu criador, tentando alterar os tempos de vida.

The Matrix

Em 2200 os humanos lutam para se livrarem do domínio das máquinas, que evoluíram após o advento da Inteligência Artificial. O Matrix domina, um programa de computador que manipula a mente dos humanos, criando a ilusão de um mundo real enquanto usa os cérebros e corpos dos indivíduos para produzir energia.

The Matrix

I Robot

No ano 2035, os robots estão programados para viverem em harmonia com os humanos e fazerem parte do seu dia a dia, protegendo-os. O problema surge quando VIKI, o computador responsável por carregar informação em todos os robots NS-5s, conclui que a única forma de proteger a Humanidade de si própria passa por sacrificar alguns humanos.

A trama é iniciada pela morte de um cientista da empresa que desenvolve os robots e que será investigada pelo detective Del Spooner, interpretado por Will Smith.

Wall-E
Wall-E
Os heróis e os vilãos também se defrontam neste filme da Disney, onde um dos robots mais “fofinhos” dos últimos tempos tenta salvar a humanidade, aprisionada num mundo dominado pelo Computador Central da nave espacial, que limitou a livre iniciativa e o pensamento dos humanos.

Após centenas de anos sozinho a fazer o que foi programado para fazer, WALL-E (Waste Allocation Load Lifter Earth-Class) descobre um novo sentido para a sua existência quando conhece EVA, um ser robótico de traços femininos enviado à Terra pelos humanos que agora habitam uma nave à deriva, enquanto aguardam que o planeta reúna novamente condições de vida.

No regresso à nave, os dois robots levam a boa nova de que o retorno é seguro, notícias que não são bem aceites pelo computador que gere a nave, que entra em automático, negando o procedimento por causa de uma ordem recebida 700 anos antes, quando os humanos abandonaram o planeta.

No meio das muitas peripécias, Wall-E consegue contornar o sistema, que entretanto se transformou em vilão, e fazer com que os humanos se “reencontrem” com a Terra.

Fonte: sapo.tek


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: